Posts Marcados Rotas

SEDA – Semana do Audiovisual

Com mais de 50 edições no país, a Seda começou no mês de maio e vai até agosto. A SEDA é a Semana do Audiovisual é um festival de cinema integrado em rede que tem como objetivo criar plataformas de circulação entre as dezenas de edições.

Site oficial: http://seda.foradoeixo.org.br/wp/

A programação envolve Oficinas, Mesas de Debate, Sessões de Cinema, Performances e outras manifestações artísticas com o princípio de formar novos pensamentos e de conectar agentes locais  para criar e fortalecer as estruturas da produção audiovisual. A SEDA é organizada pelo Clube de Cinema, frente audiovisual do Fora do Eixo, que pensa a estruturação das cenas locais, criando vias de escoamento da produção emergente, abrindo rotas para circulação dos agentes que buscam fortalecer um novo mercado cultural.

A SEDA começou em  Taquaritinga – São Paulo, , passou por São Carlos, chegou a Minas em Poços de Caldas, Ouro Preto… e contando…


Em Juiz de Fora ela também vem com força total! De 11 a 18 de junho, a Seda contará com convidados para debater possibilidades culturais para o audiovisual, oficinas para formação de agentes, mostras de filmes e muita, muita discussão sobre cinema, audiovisual,distribuição, cultura, políticas publicas e mais!

Shows, performancês cênicas, lançamento de revista, banquinha de cds, livros e filmes! Muitos filmes!

Acompanhe a programação por aqui http://sedajf.wordpress.com/


, , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Calourada DCE 2012 – Um pouco do que vivemos.

A Calourada promovida pelo DCE tinha como objetivo comportar todo tipo de interesse. Palestras e debates discutindo questões polêmicas como a crise ambiental e a criminalização das drogas, tratando de problemas como a privatização do HU e Pinheirinho, fazendo relações entre literatura e movimentos políticos, além de outros temas que procuraram fazer da Calourada um evento para e dos estudantes.

O fechamento da primeira semana ficou por conta da Pré-Calourada no ICH. A festa, que teve Vinil é Arte, Rádio Café, BR185 e muita chuva, cumpriu bem o papel de antecipar a semana que viria!

Na sexta-feira seguinte (30/03), aconteceu a festa de encerramento na Praça Cívica da UFJF. Se apresentaram três bandas, e nos intervalos Vinil é Arte cuidou do público.

A banda  juizforana Zona Blue abriu a noite e fez o chão tremer com “Mulher de Fases”: um repertório repleto de músicas que todo mundo sabe cantar, o tipo de seleção que não desagrada ninguém.

Depois de curtirmos mais um pouco de Vinil é Arte, a banda Visco subiu ao palco. A chuva tentava desanimar a galera mas não foi páreo para a banda! Kings of Leon, Pearl Jam, Los Hermanos e ninguém parado!

O último e mais esperado show da noite foi da banda Cabruêra. Difícil e perigoso definir o som, mas arrisco que foi uma verdadeira mistura! Como já dito aqui mesmo no blog, uma ”mistura de ritmos nordestinos com toques eletrônicos, pop e até orientais”.

Cabruêra chamou a atenção de todos, fez a galera dançar e incitou a participação do público sugerindo a formação de um trenzinho e, mais tarde, de uma grande ciranda. Desorganizada, mas muito animada, a galera rodopiou ao som de cantigas e pulou cantando Escravos de Jó!

Não podemos esquecer das oficinas, como a de Midialivrismo, responsável pela Cobertura Colaborativa dos eventos, que foi oferecida pelo Coletivo Sem Paredes.

Lembrei de uma conversa entre a galera da Cobertura em que cada um tentava definir o que é um coletivo, o porquê de usarmos a palavra COLABORATIVA. A pergunta que fica, depois de uma noite como essa, depois de uma semana como essa, é: pra quê todos aqueles conceitos? É na prática que a gente percebe, é quando você colabora e colaboram contigo, que você entende.

Muita gente trabalhando junta, se esforçando e se divertindo também, estando uma hora em cima do palco fotografando, outra na frente do computador repassando a informação, mas tendo o momento de estar do meio do público, sendo parte do público e vivendo a festa.

Nos posts anteriores, você pode conferir mais informações sobre as bandas e demais eventos da Calourada do DCE Das Palavras aos Atos e no flickr do Coletivo Sem Paredes, várias imagens dessa semana que ocupou a UFJF com ações culturais, de formação e discussão!

, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Cabruêra – Calourada DCE 2012

A grande surpresa da noite foi a banda Cabruêra. Vindos da Paraíba, com 11 turnês na Europa e 5 discos na bagagem, o grupo colocou os fortes – fortíssimos, aliás, pois foram necessárias horas de espera sob a chuva para poder ouvi-los – para dançar num embalo totalmente diferenciado.

Numa mistura de ritmos nordestinos com toques eletrônicos, pop e até orientais, a banda lança seu mais novo cd: Nordestino Oculto,njá disponível para download gratuito. Além disso, lançaram há pouco tempo também o incrível trabalho “Visagens Nordestinas”, no qual elaboraram um conjunto de músicas que foram conjugadas com a arte fotográfica de Augusto Pessoa.

A performance teve toda uma atmosfera lúdica ao propor danças em roda, relembrando clássicos da música brasileira e cantigas que certamente marcaram a história de grande parte de nós. Muito mais que um conjunto de acordes e notas, Cabruêra produz uma verdadeira antropofagia musical, digna de reconhecimento e admiração.

, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

  • Twitter Sem Paredes

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.