Posts Marcados Produção Colaborativa

SEDA – Semana do Audiovisual

Com mais de 50 edições no país, a Seda começou no mês de maio e vai até agosto. A SEDA é a Semana do Audiovisual é um festival de cinema integrado em rede que tem como objetivo criar plataformas de circulação entre as dezenas de edições.

Site oficial: http://seda.foradoeixo.org.br/wp/

A programação envolve Oficinas, Mesas de Debate, Sessões de Cinema, Performances e outras manifestações artísticas com o princípio de formar novos pensamentos e de conectar agentes locais  para criar e fortalecer as estruturas da produção audiovisual. A SEDA é organizada pelo Clube de Cinema, frente audiovisual do Fora do Eixo, que pensa a estruturação das cenas locais, criando vias de escoamento da produção emergente, abrindo rotas para circulação dos agentes que buscam fortalecer um novo mercado cultural.

A SEDA começou em  Taquaritinga – São Paulo, , passou por São Carlos, chegou a Minas em Poços de Caldas, Ouro Preto… e contando…


Em Juiz de Fora ela também vem com força total! De 11 a 18 de junho, a Seda contará com convidados para debater possibilidades culturais para o audiovisual, oficinas para formação de agentes, mostras de filmes e muita, muita discussão sobre cinema, audiovisual,distribuição, cultura, políticas publicas e mais!

Shows, performancês cênicas, lançamento de revista, banquinha de cds, livros e filmes! Muitos filmes!

Acompanhe a programação por aqui http://sedajf.wordpress.com/


, , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Quinteto São do Mato e Darandinos

O Quinteto São do Mato está completando 5 anos no dia 6 de junho e para garantir a festa, acontecerá no Estação Cultural um concerto junto com a banda Darandinos. Os dois juntos vão embalar uma noite com uma músicalidade única. Não deixará ninguém dentro de casa na véspera do Feriado.

O quinteto é a junção da cultura brasileira com a turca, compositor e violonista Chadas Ustuntas é natural da Turquia e trouxe consigo a musicalidade de seu país, aliada com a sensibilidade de Nara e Maíra, o ritmo de Márcio Guelber e multiface de Henrique Nogueira. Eles desenvolvem o trabalho autoral em Juiz de Fora e já realizaram diversos trabalhos, dentre eles destaca-se o ImaginaSom e o clipe da música conselheiro(Batatinha) gravado com a cantora Nêga Lucas.

Darandinos, composta por Anna Claúdia (voz), Lucas Soares (violão, voz e direção musical), Anderson Fofão (percussão e flauta transversa), Rafael Castro (piano, escaleta e acordeom) e Rafael Leite (percussão). O nome Darandinos, é inspirado no conto Darandina de João Guimarães Rosa, “conto ou som que arrebata”. O som é resultado de pesquisa de ritmos tipicamente brasileiros com toques mineiros permeados pela sofisticação de harmonias e improvisações.

Para adicionar o nome na lista amiga basta comentar o nome no mural do Evento no Facebook.

, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

EREA Ibitipoca – Relato de viajantes

Há exatamente uma semana estávamos aqui, no Coletivo Sem Paredes, nos preparando para aquilo que entendemos como ser um novo desafio que deveríamos enfrentar, uma nova etapa dentro do desenvolvimento das possibilidades da Mídia Livre, da comunicação sem fronteiras, sem delimitações: uma oficina de midialivrismo em uma área praticamente rural no Encontro Regional Leste dos Estudantes de Arquitetura em Ibitipoca – EREA Ibiti.

Para quem ainda não acompanhou, uma Oficina de Midialivrismo é uma das ações de comunicação e formação de dentro da rede Fora do Eixo e serve principalmente para mostrar que todos somos capazes de produzir e distribuir conteúdo, independente de estarmos ou não ligados a mídias tradicionais como a televisão ou o jornal. Uma das ferramentas base que usamos nesse processo é a Internet, aparato de fácil acesso que, em áreas urbanas, tem grande penetração.

Ao entrarmos em um cenário quase rural, percebemos que nosso direcionamento para novas tecnologias não seria suficiente para atingir a proposta real das Mídias Livres, portanto, revimos o formato e desenvolvemos as possibilidades de acordo com o que pudemos: criamos um programa de rádio e ensaios fotográficos com o objetivo de passar a experiência do evento, dos participantes e dos moradores de Ibitipoca.

Foi uma experiência única encontrar em cada jovem que integrou a Oficina a percepção e o entendimento de si como um agente comunicador e, acima disso, protagonista de sua história. A rádio “Balança meu coreto” foi uma realização dos participantes do evento, estudantes de arquitetura; e o ensaio ficou por conta dos moradores da vila.

Cinco dias de muita ação, muita vida e muita transformação. Mais uma tecnologia desenvolvida e aplicada e a sensação de que tudo é possível, basta agir, querer e buscar. É, vamos que vamos: #CirculaSemParedes!

, , , , , , , ,

Deixe um comentário