Posts Marcados GritoJF

Midialivrando…

Produzido pela Cobertura Colaborativa Grito Rock Juiz de Fora

Coletividade, dedicação, independência e experiência foram algumas das palavras mais importantes do primeiro dia da Oficina de Midialivrismo. Pudemos entender mais a fundo o trabalho dos Coletivos, as ideias e objetivos por trás deles e como poderíamos fazer nossa parte. Um dos pontos que merece destaque é a diversidade de pessoas e interesses, que no final contribuirão para a mesmo propósito: o “Grito Rock”.

Hoje (29/02), com as turmas do Grito.DOC (documentário que será realizado sobre o evento) e Cobertura Colaborativa já separadas, dividimos as funções de acordo com as preferências de cada um e a captação de imagens para o Grito.DOC já começará a ser feita.

As expectativas para amanhã são grandes e além de contribuir, um objetivo comum é aproveitar ao máximo essa experiência.

Para saber mais sobre o Coletivo Sem Paredes, o Grito Rock e sua programação de bandas e mostras de curtas, acesse @semparedesjf ou o facebook.

, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Começou o Grito Rock Juiz de Fora!

O Grito Rock Juiz de Fora começou hoje! Estamos a todo vapor com a produção e pensando na Cobertura Colaborativa em conjunto com a Oficina de Midialivrismo! Participando de todo o evento, o Coletivo Sem Paredes recebe Jair de Assis como vivente e ele relata a experiência e a expectativa do Grito!

“Galera, me chamo Jair de Assis estou muito empolgado e trocando muita ideia na oficina. Está sendo uma mega vivência, totalmente inédita pra mim. A oportunidade conhecer novas pessoas e trocar conhecimento e experiência.

A galera do Sem Paredes me recebeu como se fosse de casa. Poder levar experiências do Grito JF para agregar ao de Volta Redonda é fantástico!”

Hoje, às 19 horas, temos ainda a exibição no Compacto.Cine de Bollywood Dream e muito mais nos próximos dias de produção! A noite de quinta-feira é o fechamento desse festival integrado com a noite sendo ocupada com artes integradas no Cultural Bar.

Acompanhe informações pelo facebook do Coletivo ou através do twitter, no @semparedesjf. Confirme sua presença no evento e saiba mais sobre as bandas e as ações da noite.

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Mostra de Curtas: Cineclube Bordel Sem Paredes

No dia 29 de fevereiro, o Grito Rock Juiz de Fora abre as portas para uma Mostra de Curtas a serem exibidas em parceria com Cineclube Bordel Sem Paredes, grupo cujo objetivo é apresentar filmes pouco conhecidos do grande público, produção autoral e independente, brasileira e internacional!

Di melo – O Imorrível; Temporão e Remixofagia – Alegorias de uma Revolução é o programa de curtas da segunda edição do maior festival integrado na cidade.

Di Melo – O Imorrível:

Numa trilha sonora cheia de soul e suingue, que mistura black music com o som do nordeste, Di Melo – O Imorrível foi um projeto idealizado por Alan Oliveira e Rubens Pássaro. Di Melo lançou apenas um disco, em 1975, e apesar do relativo sucesso alcançado, o compositor se decepcionou com os lucros e resolveu dar um fim precoce a própria carreira, sendo redescoberto décadas mais tarde por DJs brasileiros e ingleses. O documentário tenta desvendar o mito em torno desse artista recifense que sumiu por mais de 30 anos, apresentando depoimentos de pessoas ligadas a vida e a carreira do músico, o que torna a obra também um resgate da música brasileira.

Temporão:

Temporão trata-se de um documentário que parte do fenômeno do “deja vu”, aquela impressão/sensação de já ter visto algo antes, para discutir o tempo de forma abstrata, experimental e poética. O curta apresenta diversos relatos de experiências e teorias diversas que buscam explicar o fenômeno; e a narrativa é recheada de imagens em fusão, entrelaçada com uma metáfora indiana, que conta a história de sete cegos e um elefante.

Remixofagia – Alegorias de uma Revolução:

Remixofagia – Alegorias de uma revolução, é um remix de imagens sobre a cultura no Brasil, o país do remix dos mais variados sangues e origens. Ao mesmo tempo que apresenta uma breve visão que conecta os índios Caetés ao Movimento de Cultura Digital, também propõe uma reflexão profunda sobre o momento que vivemos: momento de redes de empreendimentos culturais emancipatórios que se desenvolvem em bloco e em toda extensão do país.

A Mostra de Curtas acontecerá no dia 29 de março, às 19 horas, no Anfiteatro João Carriço (segundo andar do prédio da Funalfa, no Parque Halfeld).

Confirme já sua participação no evento que é gratuito e aberto a todos que queiram um noite repleta de arte, cultura e reflexão.

, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

PodCast Sem Paredes #0.2

Estamos há menos de uma semana para a segunda edição do maior festival integrado do mundo na cidade de Juiz de Fora! No dia 01 de março os palcos do Cultural Bar serão preenchidos com atrações da cidade e do país, promovendo uma noite de artes integradas!

No embalo da produção, não falta trilha sonora para esse festival que conta também com exibição de filmes e uma oficina! O fim de semana vem com tudo com a presença das bandas selecionadas para participar do Grito Rock Juiz de Fora: Vandaluz (Patos de Minas) e Radiocafé (Juiz de Fora).

O PodCast Sem Paredes #0.2 traz as músicas dessas duas bandas que prometem muito para a noite do Cultural Bar e ainda mais das atrações confirmadas: Graveola e o Lixo Polifônico, Silva Soul convida Di Melo e Vinil é Arte! Confira:

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Grito Rock Juiz de Fora tem Vandaluz!

Dentre quase 300 bandas, a selecionada para ocupar a vaga de banda nacional do Grito Rock Juiz de Fora através da plataforma Toque no Brasil foi Vandaluz!

Artes cênicas, música, artes visuais: performances. Cada apresentação dessa banda que nasceu do conteúdo livre e crítico é um show a parte. Artes integradas com apelo reflexivo na intenção de fazer tudo com espírito de alegria e responsabilidade, isso é Vandaluz.

O primeiro CD lançado pela banda em 2007, “Ascende”, levou para várias cidades do país em seu lançamento e através de seus shows a ação coletiva da banda.

O recente trabalho do Vandaluz conta, entre suas produções, com o clipe da música “Lucidez” que fez parte da programação da MTV Brasil:

Dia 01 de março, no Cultural Bar, Vandaluz subirá aos palcos com toda sua atitude e performance para compor o grande festival de artes integradas que tem sua segunda edição na cidade.

Confirme sua presença no evento do facebook e mantenha-se atualizado pelo Twitter (@semparedesjf). Una sua voz ao nosso Grito!

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Seleção de bandas para o Grito Juiz de Fora completa!

No último dia 16 de fevereiro foram encerradas as inscrições pela plataforma Toque no Brasil para bandas nacionais e locais tocarem na segunda edição do maior festival integrado do mundo em Juiz de Fora: o Grito Rock!

Mais de 300 bandas participaram dessas oportunidades que possibiltam que bandas da região e bandas de fora alcancem o público da cidade em uma noite de artes integradas.

Concorrendo com quase 40 bandas, na vaga aberta para banda local a selecionada foi Radiocafé: um grupo com quatro integrantes formando apresentações com grande influência de Beatles, Oasis e Radiohead.

A vaga para banda nacional foi ocupada pelo grupo de Patos de Minas: Vandaluz! Um performático show com figurinos variados que beiram as artes dramáticas dos palcos que terá espaço no Cultural Bar na noite do dia 01 de março!

Com essas bandas, completa-se a seleção do Grito Rock Juiz de Fora que contará com Graveola e o Lixo Polifônico, Silva Soul convida Di Melo, Vinil é Arte e, os novos integrantes: Radiocafé e Vandaluz!

Acompanhe as redes sociais do Coletivo Sem Paredes (@semparedesjf e facebook)  e mantenha-se informado sobre o Grito, conheça mais das bandas e faça parte desse festival de artes integradas!

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Vinil é Arte para Sacudir o GritoRock JF

Uma das atrações do Grito Rock Juiz de Fora é uma apresentação especial do Vinil é Arte, um coletivo de pesquisa musical que se dedica a formar uma coleção de discos seleta, que hoje já soma mais de 15.000 titulos.

O Coletivo tem cinco integrantes: em Minas Gerais, Pedro Paiva; em São Paulo, Niggas e Formiga; e no Rio de Janeiro, Tuta e MBgroove. A apresentação no Grito contará com a presença do DJ Pedro Paiva, Niggas e Formiga, que colocarão a galera para dançar com a linda sonoridade de seus discos.

O mercado do vinil está cada vez mais em alta, de fato, hoje o lançamento de um disco para um artista independente tem grande relevância para sua carreira, se tornando uma opção cada vez mais comum dentre os músicos, Djs e bandas.

Selos e produtoras estão se disseminando cada vez mais, e as que mais crescem são de fato as que entendem que trabalhar em conjunto e com o código aberto é a melhor forma de crescer, e potencializar a distribuição e difusão dos discos lançados.

 

Parceria com o Di Melo

O selo Vinil é Arte é responsável pelo relançamento do clássico disco de 1975 do Di Melo, que também se apresentará no Grito Rock JF. Foram lançadas 500 cópias exclusivas de capa dupla, e vários exemplares desse discos estarão a venda na Banquinha durante a festa!

Link para compra do disco

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário