Posts Marcados dionísiaca

Nesta quinta dia 05 tem Jam Session no Café Muzik!

Depois do show da Manolos Funk o palco é aberto pra vc fazer um som pra galera!

A Jam Session é uma prática antiga, lá dos tradicionais círculos do jazz. E quer dizer basicamente improviso, mistura, ou como nós conhecemos melhor, a popular “canja”.

Basicamente há duas significações para a palavra jam session: pode derivar do inglês, e jam significar “geléia” (onde temos a idéia da mistura) ou também pode ser entendida como a sigla da expressão Jazz After Midnigth. Este som “depois da meia-noite” seria para os artistas um momento da prática livre da música, sem sequências definidas, ensaio ou preparações.

A jam no início era realizada somente entre músicos, tarde da noite quando o grande público já não estava mais presente, mas com o tempo ela deixa de ser “coisa de músico” e passa a significar para o público um show informal, onde este também interage diretamente sugerindo músicas e desfrutando junto com os músicos destes encontros profícuos, improváveis e cheios de boas surpresas.

Quinta feira no Muzik o som rola livre. Público e artistas no objetivo de ouvir e fazer música a noite toda!

Para quem é músico, musicista, cantor ou cantora em Juiz de Fora e deseja participar, entre em contato com o Coletivo Sem Paredes e a Dionisíaca, através do blog, twitter, ou facebook e deixe seu nome para serem garantidos entrada e consumação.

Se liga!!

  • Guitarrista, leve a sua.
  • Contrabaixista, leve o seu.
  • Baterista, leve baquetas e se quiser pratos de sua preferência.

Todo mundo mais que convidado!!

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

Manolos Funk volta à Juiz de Fora com super Jam Session!

As cabeças estão de volta!!!

Depois de um grande show no Grito Rock Juiz de Fora, Manolos Funk está de volta!Desta vez a banda apresenta seu ultrafunk no palco do Café Muzik, no dia 05/5.

Pautados pelo conceito da reciclagem, o quarteto propõe uma nova maneira de se fazer  funk/black. O ultrafunk representa uma mistura de balanço, som pesado e pop. Ou seja, quanto mais híbrido e misturado, quanto mais elementos distantes ele conseguir reunir, mais o funk se torna ultra. Além do balanço contagiante do som da Manolos Funk, o que chama atenção também são as letras. As composições falam de amor, de vida, ao mesmo tempo que são bem humoradas e inteligentes.

Após do show da Manolos, o palco do Café Muzik recebe uma animada jam session com músicos locais convidados. Para participar entre em contato com o Coletivo Sem Paredes e a Dionisíaca, através do blog, twitter, ou facebook e diga que vem com a gente nessa deliciosa “bagunça”.

Mais em:

http://www.myspace.com/manolosfunk

http://manolosfunk.tnb.art.br

http://dionisiacavirginia.tnb.art.br

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Compre ingressos para o Grito Rock JF e receba em casa!

Quer comprar ingressos pro Grito Rock Juiz de Fora e receber em casa?

Envie email para ingressosemparedes@gmail.com ou ligue para 9145-6897 que entregamos pra vc!

Dias 25, 26 e 27 de março Juiz de Fora vai Gritar!!!

valores dos ingressos:

somente sexta, dia 25: R$ 20 meia e R$ 40 inteira.
somente sábado, dia 26: R$ 20 meia e R$ 40 inteira.

somente domingo, dia 27: R$ 15 meia e R$ 30 inteira.

-> promoção por tempo limitado: Ligue e Saiba qual é.

Esperamos todo mundo pra Gritar no Cultural!!!

, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Grito Rock América Latina 2011 – release oficial

Grito Rock 2011: festival integrado conquista América Latina
Serão 130 cidades em 9 países circulando produção alternativa de música, cultura e tecnologias

Crescendo mais a cada ano, o Grito Rock chega a sua nona edição com o impressionante número mais de 130 cidades realizadoras em 2011, consolidando-se como o maior festival integrado das Américas.  O festival ultrapassa a fronteira da América Latina e será realizado em 10 países: Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, Chile, Panamá, Costa Rica, Honduras e El Salvador.  A expectativa é que mais de 700 artistas se apresentem para um público de aproximadamente 200 mil pessoas.

Os eventos do Grito Rock acontecerão entre 19 de fevereiro e 28 de março, mas antes do início do espetáculo as bandas e artistas interessados, podem fazer suas inscrições via Toque no Brasil a partir de 12 de janeiro. No próximo mês também serão lançadas as campanhas que auxiliam a produção colaborativa em cada uma das edições, bem como as ações em rede incentivadas pela gestão do projeto.

O Grito Rock é uma produção do Circuito Fora do Eixo em conjunto com os coletivos e conta com parceria das Casas Associadas e apoio Toque no Brasil. Festival filiado à Associação Brasileira de Festivais Independentes – Abrafin.

Grito Rock Juiz de Fora

Em Juiz de Fora, o festival acontecerá, pela primeira vez, na maior casa da cidade, o Cultural Bar (culturalbar.com.br) nos dias 25 e 26 de março. As bandas interessadas em participar podem se inscrever pelo Toque no Brasil até 25 de fevereiro. A seleção se dará através do portal e seu critério norteador será a produção e circulação do trabalho autoral.

Pela primeira vez desde que começou a ser realizado de maneira colaborativa, o Grito Rock será realizado nos 27 estados brasileiros e em outros 9 países (em cidades da América do Sul e Central). Os 120 produtores confirmados na realização do Grito Rock representam um crescimento de 65% em relação a 2010, quando o projeto conectou mais de 80 pontos. Entre os produtores confirmados, 13 estão na região Norte, 18 são do Nordeste, 11 do Centro-Oeste e 17 no Sul, enquanto o Sudeste soma 63 realizadores e 10 cidades são de outros países.

Veja aqui o mapa: http://bit.ly/mapagrito2011

Grito Rock: Histórico

Fomento e profissionalização da cena independente da música foram as forças motrizes que fizeram nascer em Cuiabá (MT) a primeira edição do Grito Rock, em 2003, quando o Espaço Cubo escolheu o período de carnaval para a realização de um festival de baixo orçamento e com possibilidade de auto-gestão. Em 2004 deu-se intercâmbio em nível regional. Nos anos seguintes, o delineamento programático evidenciou-se ainda mais com a intensificação do intercâmbio e interiorização das ações.

Em 2007 e 2008 é adotado como um dos projetos do Circuito Fora do Eixo. Na ocasião mais cidades entram na gestão. No primeiro ano foram mais de 20 cidades integradas a rede do projeto; em 2008 o número saltou para 50. Em 2009, o Grito Rock atinge a marca de mais de 60 cidades e, em 2010, 80 pontos realizaram.

Sobre o Circuito Fora do Eixo

Rede de trabalho, colaborativa e descentralizada, constituída por 72 pontos presentes em 26 estados que há cinco anos experimentam, compartilham e aprimoram tecnologias livres de se produzir cultura.

Sobre o Coletivo Sem Paredes

O COLETIVO SEM PAREDES é uma rede colaborativa de trabalho no campo da cultura e da arte, que agrega produtores e agentes culturais de variadas inspirações. Organizados num coletivo cultural, esses agentes de Juiz de Fora-Minas Gerais têm como objetivo principal estimular a produção e circulação do material artístico independente, sob novos moldes de comportamentos, subjetividades, circulação de idéias e “modos de fazer” do produto cultural.

O SEM PAREDES é um coletivo integrado ao Circuito Fora do Eixo e como Ponto FDE em Juiz de Fora faz parte desse movimento que arrebata todo o Brasil  numa perspectiva de recepção e oferta: ofertando espaço, público, uma cidade linda, mercado, circulação, produtos e artistas. E recebendo e dissipando, da mesma forma, todas as idéias, princípios, iniciativas e projetos da Rede.
Serviço

O quê: Grito Rock 2011
Quando: 25 e 26 de março 2011
Onde: Cultural Bar – Av. Deusdedith Salgado, 3955 – Teixeiras – Juiz de Fora
Maiores informações: www.coletivosemparedes.com.br
atendimento@coletivosemparedes.com.br

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O que é a Noite Fora do Eixo?

, , , , , , , ,

Deixe um comentário

CONHEÇA, OUÇA, ASSISTA, DIVIRTA-SE!

MANOLOS FUNK!

http://www.myspace.com/manolosfunk

palcomp3.com/manolosfunk

facebook/manolos funk

, , , , ,

Deixe um comentário