Posts Marcados cultural bar

Polifonicamente correto

Depois de escutar a discotecagem do Vinil é Arte e o som da banda Radiocafé, o pessoal do Grito Rock JF curtiu a banda Graveola e o Lixo Polifônico!

Definido pelos próprios integrantes do grupo como uma “oficina de experimentação”, a galera dançou, cantou junto e, acima de tudo, compartilhou essa energia gostosa que reveste todo o festival!

A banda surgiu em 2004, nos corredores da UFMG, sem grandes pretenções. Quem diria que em 2009 eles ingressariam no mercado independente, e conquistariam vários paqueradores. Com grande irreverência e atitude, criam um som que explode experimentalismo! A polifonia não fica restrita apenas ao nome da equipe. Ela se faz presente no palco, nos convida a dançar e faz um apelo para que adicionemos a banda às nossas futuras playlists.

Uma mistura incrível de vários ritmos – samba, pop, rock e muitos outros, que nao cabe à ninguém definir – promovem uma verdadeira colagem musical, um resultado dançante que embala o público e faz o nosso Grito Rock de fato gritar por: “mais um!”.

, , ,

Deixe um comentário

Radiocafé no Grito Rock

Radiocafé foi a primeira banda a subir ao palco do Cultural Bar, abrindo a sequencia de bandas do Grito Rock Juiz de Fora. O show foi realizado com músicas próprias e uma pegada repleta de influências, que variam de Beatles a Strokes. Uma das qualidades da banda é a soma de um forte vocal e solos marcantes de guitarra, sem tirar o destaque de um baixo presente e uma bateria que chama a atenção.

A banda local mostrou ter o espírito do Grito Rock, pois com sua atitude transmitiu a vontade de um grupo que fez questão de evidenciar suas particularidades com a nova formação,  mas não deixou de fazer o público vibrar ao final de cada canção.

Vale lembrar que a banda foi a primeira a ser entrevistada e estará presente no Grito.DOC, ficando marcada na história do evento.

, , ,

Deixe um comentário

OUÇO GRITOS!

Chegou o dia do maior festival integrado do mundo: o Grito Rock alcança Juiz de Fora! Mais de 200 cidades ao redor do mundo estão participando, no período de 17 de fevereiro a 17 de março, da produção de diversas noites de artes integradas que dialogam música, artes visuais, artes cênicas e o audiovisual!

Depois do aquecimento com a Oficina de Midialivrismo e com a exibição de longas e curta-metragens pelo Compacto.Cine, a segunda edição desse festival em JF termina com muita música e poesia, tudo registrado pelas lentes dos participantes da Cobertura Colaborativa.

É nesta noite que o nosso grito vai ser ainda mais forte: Graveola e o Lixo Polifônico, Silva Soul e Dimelo, Vinil é Arte, Vandaluz e Radiocafé são as bandas responsáveis por fazer a trilha sonora da edição juizforana do Festival, prometendo uma mistura de gêneros inusitada e dialogando com os mais diversos públicos.

Sabendo que o clima tem importância fundamental para a integração plena no Grito, propomos as Poéticas Visuais. A fim de difundir a produção artística contemporânea e abrir diálogos sobre as artes visuais, toda a ambientação dessa noite será feita a partir da reciclagem de ideias, reutilizando materiais da divulgação de outros eventos, mostrando consciência ambiental e imaginação.

Una sua voz ao nosso Grito! Participe do maior festival integrado do mundo estando presente a partir das 22 horas no Cultural Bar! A meia entrada para a noite com cinco atrações, performances e apresentações está R$ 20,00 e a inteira R$ 40,00. As entradas só podem ser adquiridas na porta, não havendo venda prévia de ingressos.

Aproveite o dia para se manter no embalo do Grito! A edição #0.3 do Podcast Sem Paredes sai hoje com as músicas da noites:

O Grito Rock Juiz de Fora é uma realização do Coletivo Sem Paredes (@semparedesjf e facebook) e do Cultural Bar em parceira com a Casa de Cultura da UFJF, com o apoio da rede Fora do Eixo e da plataforma Toque no Brasil.

, , , , ,

Deixe um comentário

Midialivrando…

Produzido pela Cobertura Colaborativa Grito Rock Juiz de Fora

Coletividade, dedicação, independência e experiência foram algumas das palavras mais importantes do primeiro dia da Oficina de Midialivrismo. Pudemos entender mais a fundo o trabalho dos Coletivos, as ideias e objetivos por trás deles e como poderíamos fazer nossa parte. Um dos pontos que merece destaque é a diversidade de pessoas e interesses, que no final contribuirão para a mesmo propósito: o “Grito Rock”.

Hoje (29/02), com as turmas do Grito.DOC (documentário que será realizado sobre o evento) e Cobertura Colaborativa já separadas, dividimos as funções de acordo com as preferências de cada um e a captação de imagens para o Grito.DOC já começará a ser feita.

As expectativas para amanhã são grandes e além de contribuir, um objetivo comum é aproveitar ao máximo essa experiência.

Para saber mais sobre o Coletivo Sem Paredes, o Grito Rock e sua programação de bandas e mostras de curtas, acesse @semparedesjf ou o facebook.

, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Grito com muita ARTE!

Além das ótimas atrações musicais já confirmadas, outras propostas vêm engrandecer nosso Grito Rock e enchê-lo de Arte!

O Grito EnCena, vem introduzir as artes cênicas ao #GritoJF. Amanda Faulhaber, Cy Rezende, Lú Maia, René Loui e Cláudia Meireles formam a equipe que se juntou para montar uma intervenção que acontecerá na noite do dia primeiro de março no Cultural Bar, contando com uma atuação no campo da experimentação com amplas possibilidades.

Outra manifestação que veio acrescentar ao evento é a ExpoGrito, que visa difundir a produção artística contemporânea e abrir diálogos em rede sobre as artes visuais. A proposta em Juiz de Fora é reutilizar materiais da divulgação de outros eventos realizados pelo Coletivo Sem Paredes, mostrando consciência ambiental e imaginação na transformação do lixo em luxo. Mariana Rebelatto e Raísa Chapinotti realizarão essa montagem.

Unindo e tecendo laços entre todas as linguagens, a proposta fundamental da noite do Grito Rock é a de ser uma noite de artes integradas, onde conversas são travadas entre a música, as artes cênicas, o espaço e o audiovisual.

Confirme sua presença nessa noite através do evento do facebook e acompanhe nas redes sociais do Coletivo Sem Paredes (facebook e twitter) mais informações sobre o dia 01 de março: o #GritoJF!

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Grito Rock Juiz de Fora tem Vandaluz!

Dentre quase 300 bandas, a selecionada para ocupar a vaga de banda nacional do Grito Rock Juiz de Fora através da plataforma Toque no Brasil foi Vandaluz!

Artes cênicas, música, artes visuais: performances. Cada apresentação dessa banda que nasceu do conteúdo livre e crítico é um show a parte. Artes integradas com apelo reflexivo na intenção de fazer tudo com espírito de alegria e responsabilidade, isso é Vandaluz.

O primeiro CD lançado pela banda em 2007, “Ascende”, levou para várias cidades do país em seu lançamento e através de seus shows a ação coletiva da banda.

O recente trabalho do Vandaluz conta, entre suas produções, com o clipe da música “Lucidez” que fez parte da programação da MTV Brasil:

Dia 01 de março, no Cultural Bar, Vandaluz subirá aos palcos com toda sua atitude e performance para compor o grande festival de artes integradas que tem sua segunda edição na cidade.

Confirme sua presença no evento do facebook e mantenha-se atualizado pelo Twitter (@semparedesjf). Una sua voz ao nosso Grito!

, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Seleção de bandas para o Grito Juiz de Fora completa!

No último dia 16 de fevereiro foram encerradas as inscrições pela plataforma Toque no Brasil para bandas nacionais e locais tocarem na segunda edição do maior festival integrado do mundo em Juiz de Fora: o Grito Rock!

Mais de 300 bandas participaram dessas oportunidades que possibiltam que bandas da região e bandas de fora alcancem o público da cidade em uma noite de artes integradas.

Concorrendo com quase 40 bandas, na vaga aberta para banda local a selecionada foi Radiocafé: um grupo com quatro integrantes formando apresentações com grande influência de Beatles, Oasis e Radiohead.

A vaga para banda nacional foi ocupada pelo grupo de Patos de Minas: Vandaluz! Um performático show com figurinos variados que beiram as artes dramáticas dos palcos que terá espaço no Cultural Bar na noite do dia 01 de março!

Com essas bandas, completa-se a seleção do Grito Rock Juiz de Fora que contará com Graveola e o Lixo Polifônico, Silva Soul convida Di Melo, Vinil é Arte e, os novos integrantes: Radiocafé e Vandaluz!

Acompanhe as redes sociais do Coletivo Sem Paredes (@semparedesjf e facebook)  e mantenha-se informado sobre o Grito, conheça mais das bandas e faça parte desse festival de artes integradas!

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário