Arquivo para categoria Mídia

Foi dada a Largada

A proposta está feita, e aceita. Agora o desafio é de todos, do coletivo e definitivamente, para o coletivo. Na Quinta-Feira(05) aconteceu a primeira reunião do Festival Sem Paredes, os representantes do Coletivo Sem Paredes: Gian Martins, Nana Rebellato e Jasmine Giovannini, explicaram a proposta, que é bem simples. Utilizar o processo de construção do Festival para dar início a estruturação de algo muito maior, que perdure a realização do evento e continue de forma perene, porém intensa e caótica, a agir.

Festival Sem Paredes

Uma série de provocações foram levantadas, os desafios estão postos a mesa, numa construção Colaborativa, cada um soma o que tem, cada um investe o que tem de único, e essencial para as engrenagens girarem de forma fluida.

Cada pessoa presente apresenteou seus interesses em Tags, e as 27 palavras que surgiram, foram sintetizadas em temas Macro, que emglobam umas série de outras. Mas cada ponto levanta um debate relevante e extenso, que deve ser discutido pela sociedade que deve propor e participar da construção de políticas públicas.

Festival Sem Paredes

As Tags, foram sitentizadas da seguinte forma:

#Economiasolidária

#Midialivre

#Cidade
-> Cidade Para Pessoas
-> Políticas Públicas
->Espaços Públicos de Convivência
-> Ocupação de Espaços Públicos
-> Mobilidade Urbana
-> Bicicleta

#FormaçãoLivre
-> Todos Juntos 1 só
-> Vivência
-> Amor Livre

#CulturaUrbana
-> Skate
-> HipHop
-> ArteUrbana
-> Graffiti
-> Encontro de Mcs

#ArtesIntegradas
-> Música
-> Design
-> Audiovisual
-> Fotografia

#Ambiente
-> Sustentabilidade
-> Permacultura
-> Alimentação
-> Educação Ambiental

#Sociedade
-> CulturaDigital
-> Política
-> Consciencia Política
-> Coletivo
-> Drogas
-> Colaborativismo

Cada ponto desse foi debatido superficialmente, as bolas levantadas, todos seguraram suas cortadas para dar continuidade a um debate mais prático. Onde traçou-se os seguintes objetivos principais:

  • Propor a criação de uma rede de colaboração na cidade, a partir de um processo coletivo;
  • Estimular o surgimento de um arranjo produtivo pautado nos princípios da economia solidária;
  • Criar um campo de debate e reflexão permanente, que perdure a realização do Festival;

Festival Sem Paredes


Sendo assim foi marcada uma segunda reunião geral, na qual a principal pauta, será a criação de Grupos de Trabalhos temáticos, e estabelecer os fluxos de informações, para que consigamos criar um grupo difuso e autonomo que seja ao mesmo tempo coeso e veloz.

Foi dada a largada, não de uma corrida, mas de um processo, no qual, todas as partes envolvidas compõe um sistema harmonico.

Confira a Ata da Reunião.

A próxima reunião já está marcada. Quarta Feira 11/07/2012 às 19:00 – no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas.

Deixe um comentário

10º Edição do Festival Primeiro Plano

Fechando este novembro cultural com chave de ouro, Juiz de fora estende o tapete vermelho e recebe o FESTIVAL PRIMEIRO PLANO! Em sua décima edição, a mostra competitiva promete movimentar o cinema local e exibir filmes de qualidade invejável.

Para este ano foram classificados 48 filmes, que serão exibidos entre os dias 28 de novembro a 03 de dezembro nas salas do Shopping Alameda: a entrada é franca.

Assista aos selecionados de 2011 aqui e vote participando do evento. Aproveite e conheça mais desse Festival marcante da cidade. Acompanhe as novidades pelo facebook curtindo a página oficial da mostra.

Deixe um comentário

Edital de Vivência – Repórter CMFI

Atenção jornalistas e estudantes de jornalismo para a oportunidade que o Fora do Eixo Minas traz para vocês!

O CMFI (Circuito Mineiro de Festivais Independentes) acaba de lançar o Edital de Vivência que vai selecionar 2 repórteres multimídia para 10 festivais do circuito.

Os selecionados ganharão a passagem para a cidade do festival além de hospedagem e alimentação. Eles ficarão responsáveis por ministrar a oficina de midialivrismo e coordenar a cobertura colaborativa de cada festival, juntamente com um gestor da equipe do Centro Multimídia Fora do Eixo Minas.

Além da experiência no campo da comunicação, os selecionados participarão do processo de produção do festival, pois irão alguns dias antes do início dos festivais.

O primeiro festival a receber a vivência é o Alambique do Som, que acontece entre os dias 11 a 14 de agosto, em Barbacena.

, , , , , ,

Deixe um comentário

Revista NOIZE #45

Você já conferiu a última edição da NOIZE? Dá um confere lá!

A Noize #45 chega chegando, reúne uma dezena de figuras emblemáticas da música brasileira e parte rumo ao estrelato. De Skank a Filipe Catto, passando por Rick Bonadio, Fresno e Vanguart, todos têm histórias para contar e segredos para revelar. Mostram os caminhos que você deve percorrer se quiser tirar sua banda da garagem. Apresentam as Regras do Jogo. À caminho da fama está o norte-americano Darwin Deez, nome adorado por 9 entre cada 10 indierockers de plantão. O queridinho do indie esteve no Brasil, posou para as lentes da Noize e bateu um papo sobre cabelos encaracolados e sapateado.

As páginas desta edição ainda passeiam pelo universo mais real que a ficção de Woody Allen, ao mesmo tempo em que revelam os bastidores de Tropical Splash, a tão esperada primeira bolacha do Copacabana Club. Álbuns aguardados também são os de Kaiser Chiefs, Sepultura e Bon Iver – e todos eles, junto com os mais importantes acontecimentos sonoros do mês, ganham a análise caprichada da Central Noize de Comunicação.

Curtiu? Então confira clicando na imagem acima!

Deixe um comentário

Revista NOIZE #44

Confira a edição 44 da Noize, revista online e impressa distribuída gratuitamente, e que trata do ambiente da arte alternativa (e a mainstream, dependendo do contexto) com linguagem acessível e arrojada.

Noize #44 traz entrevista exclusiva com os australianos do Cut Copy, e tem seu ponto alto no encontro de Emicida, Criolo, Instituto, Dan Dan e Rael da Rima.

Isso além de Karina Buhr, Arctic Monkeys, Teenage Fan Club e um especial de aniversário do Bob Dylan. A página que o Fora do Eixo tem em toda edição da revista fala do Festival Fora do Eixo e da Coletânea Virtual do Fora do Eixo Norte.

Clique aqui e baixe a revista!

Deixe um comentário

Festival FdE – RJ

Vários cantos do país reunidos em uma mesma noite, na última sexta-feira (17/06). Foi nesse clima que rolou a noite do Festival Fora do Eixo, no Circo Voador. Agradando a diversos gostos musicais, as bandas não só chegaram ao Rio de Janeiro de lugares distintos, como também apresentaram shows para muitos públicos. A ideia da mistura de estilos deu tão certo, que, de repente, a casa estava lotada. Tudo contribuiu para uma noite memorável: a lua ainda cheia, a temperatura amena e, claro, os excelentes sons das bandas.

Representando o norte do Brasil, a abertura do evento foi comandada pelo hard rock da Mr. Jungle, diretamente de Boa Vista. Em seguida, subiu ao palco a banda goianiense Gloom. O quarteto baiano Maglore deu continuidade à noite com show do disco independente “Veroz”, o primeiro lançado por eles. De uma mescla de variantes do rock, a banda Tereza (Niterói – RJ) tirou a galera do chão.

Por último e longe de ser menos importante, o encerramento do primeiro dia do festival ocorreu ao som emocionante do Teatro Mágico. Já era tarde, mas o Circo Voador mantinha-se cheio de fãs ansiosos pelo começo. Alguns deles, mais ousados e corajosos, apareceram de cara pintada e nariz de palhaço. Em meio a muitos aplausos, Fernando Anitelli realizou a última apresentação do “Segundo Ato” no Rio de Janeiro. A catarse coletiva atingiu todos em volta do palco, que, juntos, cantaram, bateram palmas e pediram mais. Uma sensação indescritível. Não somente de belos shows foi feita a noite, que também contou com as projeções do VJ Ocari. Imagens, frases e, até mesmo rostos, estamparam a tenda do Circo e chamaram atenção também de pessoas que passeavam pela Lapa.

Entre muitos sorrisos e boa música a festa foi, sem dúvidas, marcante!

Confira o vídeo da cobertura do Festival!

Deixe um comentário

Compacto.REC de Junho: Julgamento

Neste mês de junho o Compacto.Rec traz o HIP HOP do grupo Julgamento, que é de Belo Horizonte e tem conquistado  lugar de destaque no rap mineiro.

O Grupo & O Disco

Julgamento é formado por: Roger Deff, Ricardo HD, Voz Khumallo (vocais), Tobias e Giffoni (DJS), Helder Araújo (guitarra), Gusmão (bateria) e Luiz Prestes (baixo). Sua marca é atitude urbana e subversiva do hip-hop somada a letras engajadas e referencias musicais diversas, resultam em um verdadeiro petardo sonoro. “Ritmo e poesia em sua mais pura expressão”, como o próprio grupo se define.

O CD de estreia “No Foco do CAOS” (2008) foi apontado como um dos principais lançamentos do gênero em Belo Horizonte. O álbum foi produzido por Sérgio Giffoni e conta com as participações de expoentes importantes do cenário como Nathy Faria, Dokttor Bhu  e Kiko Ianni.

2011 marca a chegada do novo trabalho do Julgamento, o EP “Muito Além”, também produzido por Giffoni. O novo trabalho apresenta uma sonoridade ainda mais orgânica, rompendo fronteiras e expandindo o universo musical do grupo, como fica claro na última frase da música de abertura “muito além do que se possa imaginar”, e que agora é lançado pelo Compacto.Rec e pela Fora do Eixo Discos!

A valorização humana e as questões sociais ainda são temáticas recorrentes nas letras do grupo, bem como sua relação intrínseca com o hip-hop e tudo o que essa cultura representa. Ao longo da sua trajetória, o Julgamento participou de eventos importantes como o Conexão Vivo, Eletrônika, Transborda, Festival Garimpo, entre outros, além de ter dividido o palco com alguns dos principais nomes do cenário nacional como Marku Ribas, Macaco Bong e B Negão.

O Compacto.Rec

O Compacto.Rec é um projeto de lançamento mensal de álbuns virtuais em rede, com o objetivo de estimular a circulação e distribuição de bandas da cena independente latino americana. O trabalho é uma realização do circuito Fora do Eixo, uma rede de trabalhos colaborativos e os agentes que integram a equipe são oriundos dos mais distintos lugares do país que, através da internet, trabalham em conjunto executando toda a pré-produção do Compacto.Rec: uma compilação com músicas, letras, release, fotos, vídeo, banners e avatares,  divulgados em todos os veículos de comunicação integrados a rede.

Desde 2007 o Compacto vem trazendo lançamentos diversificados em muitos aspectos e principalmente em estilo musical, agrupando um rico acervo cultural que atrai visitantes de todo o Brasil. Só em 2009 foram mais de vinte mil downloads no ano. Já passaram pelo site bandas renomadas como Porcas Borboletas, Nevilton, Diego e o Sindicato, o rapper Linha Dura e outros. Em outubro de  2010, o Compacto.Rec expandiu mais uma vez suas fronteiras com o primeiro lançamento internacional, o álbum “YYY” da banda Falsos Conejos de Buenos Aires (ARG), além de ter sido recentemente contemplado pela Bolsa Funarte de Reflexão Crítica e Produção Cultural para Internet. Já em 2011, o projeto começou o ano com Os Barcos, lançando em seguida as bandas Cidadão Comum, Maglore, Os Rélpis e Sertanilia. E em julho será lançada a Edição especial Compacto.Rec Funarte.

acesse e veja mais: http://compactorec.foradoeixo.org.br/

, ,

Deixe um comentário

  • Twitter Sem Paredes

    Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.