Prato Alternativo também é Prato Rico

O Dia Mundial Sem Carne está sendo comemorado hoje, dia 20 de Março: trata-se de uma data especial, principalmente para os vegetarianos. Falar numa vida sem o consumo de carnes se torna de certa forma utópico para quem cresceu com este costume.

Independente de costumes ou culturas, o que não podemos deixar se propagar é a falta de conhecimento e objetivos do grupo vegetariano. A intenção principal de seus militantes é esclarecer as vantagens da alimentação a base de vegetais e expor os malefícios da carne. Embora no decorrer da manifestações ocorram diversas indagações ou discordâncias, o debate será sempre saudável e a liberdade de expressão prevalecerá.

O Dia Mundial sem Carne é um evento internacional, promovido pela FARM (Farm Animal Reform Movement), e seu objetivo é mostrar para a população em geral que é possível viver de forma saudável e prazerosa sem fazer uso de alimentos de origem animal.

Esta iniciativa ocorreu no EUA em 1985 pela FARM (Farm Animal Reform Movement), Dia Mundial Sem Carne. Desde sua origem esta campanha tornou-se a mais influente e impactante no mundo, tratando-se de sensibilização à dieta vegetariana.

Todo dia 20 de março, em especial, todas pessoas são convidadas a realizar uma alimentação diferenciada. Não ocorre ingestão de qualquer espécie de carne ou peixe e o pratos são repletos de vegetais e frutas. Esta forma alimentar alternativa também está associada a celebração da chegada da Primavera.

Precisamos desmistificar alguns argumentos, no vegetarianismo não existe apenas soja como variedade, existem receitas super balanceadas.

A maior dificuldade encontram-se nos restaurantes, para quem deseja se alimentar desta forma cotidianamente,  ainda são poucos estabelecimentos que oferecem esta opção.

O Coletivo Sem Paredes apoia integralmente esta discussão, pois o tema em questão está relacionado a qualidade de vida e preservação da natureza. Florestas são devastadas é não existem políticas públicas que amenizem estes feitos. A indústria da carne é a maior poluidora das águas e destruidora do solo. A emissão de gás metano, expelido pelo gado bovino, é uma das principais causas de poluição do ar e da destruição da camada de ozônio.

Outro fator crucial neste debate relaciona-se ao desperdício, existem estudos que confirmam que grande parte dos grãos e da soja produzidos hoje no planeta destina-se à produção de rações utilizadas na engorda dos animais de corte. Se a mesma quantidade de grãos fossem usadas na alimentação humana daríamos um passo importante contra a fome.

A ideia do Coletivo é justamente aceitar as diferenças e conviver de forma pacífica.

Os contra argumentos baseiam-se na causa de desmatamentos e da extinção de diversas espécies, da fauna e da flora, ou seja o agronegócio. O ser humano destrói florestas e expulsa todos os animais do seu território para plantar e gerar lucro.

O debate se tornou pauta importante em diversos setores públicos, justamente por seu teor abrangente e situações de confronto entre qualidade de vida versus capitalismo!

Saúde, meio ambiente e fome mundial são os principais argumentos do vegetarianismo.

O slogan do dia comemorativo, ressalta seus ideais: Experimenta! Os animais agradecem e sua saúde aumenta.

, , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: