A Rede Fora do Eixo

O Fora do Eixo (FdE) nasceu enquanto um circuito cultural a partir da integração de quatro cidades que trabalhavam de maneira colaborativa na impulsão da produção, distribuição e circulação de artistas da linguagem da música, nos anos de 2005. As cidades que fizeram parte desse circuito e iniciaram as trocas de tecnologias foram Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR).

Apesar de ter iniciado na música, o Fora do Eixo cresceu e se expandiu para maior parte das linguagens artísticas que hoje compõem a realidade da cultura. Transformou-se não somente em um circuito de circulação de bandas, mas em um meio de impulsão de toda a cultura independente ao redor do país e em um movimento social que permeia e ressignifica os valores e as relações da sociedade.

Artes visuais, música, audiovisual, performances, letras, tecnologias livres: todas essas são frentes chamadas temáticas dentro do circuito que dialogam com o Banco, o Planejamento, a Universidade Livre da Cultura e o Centro Multimídia, frentes mediadoras que interagem em todos os níveis dentro da rede e criam o sustentáculo para a criação de plataformas independentes para as linguagens.

Como exemplos dos meios e ferramentas já originados a partir da interação de toda a rede Fora do Eixo estão as rotas de circulação de bandas, os festivais de artes integradas, a capacitação e formação de agentes de dentro e de fora da rede através da UniFdE e também a distribuição da produção cultural com a Distro.

Toda a tecnologia de gestão e interação da rede é aberta e livre para que todos tenham acesso e se tornem agentes da cultura, independente da vinculação a um dos mais de 100 coletivos que integram a rede Fora do Eixo.

Pode-se dizer que, de forma geral, o objetivo atual da rede é dialogar com o maior número de ações possíveis dentro e fora do país, admitindo como premissa que o posicionamento tem que ser sempre a favor da produção, distribuição, fomento e desenvolvimento da cultura.

Onde quer que venha a agir, envolvendo-se com outras redes e sempre aumentando a sua capilaridade, o FdE é uma das ferramentas que dá novo significado ao já existente e mostra que é a união, a conexão de toda sociedade, a construção colaborativa que é a resposta para o desenvolvimento de ações com real valorização da vida.

, , , , , , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: