Arquivo de dezembro \31\UTC 2011

Páram as obras no Cine Excelsior

Nesta última quarta-feira, dia 28 de dezembro, foram suspensas as obras que estavam sendo realizadas no Cine Excelsior, local de grande importância cultural e histórica para a cidade de Juiz de Fora e região.

Durante os últimos sessenta dias, obras irregulares com o intuito da transformação do antigo cinema em estacionamento foram levadas causando movimentação e indignação da sociedade civil, que considera a relevância cultural e afetiva do local.

A interrupção se deu a partir da mobilização dos moradores do prédio no qual encontra-se esse bem da cidade em conjunto com as ações que já vêm sendo estruturadas por toda a sociedade, culminando na ação da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) e na verificação da irregularidade da obra.

O objetivo de transformar o local em estacionamento dos proprietários só deve se manter a partir da apresentação de projetos, planos e laudos sobre a viabilidade da construção, contando se a estrutura será eficaz para essa função e ainda como será o impacto para a cidade.

Em contrapartida a proposta apresentada pelos atuais proprietários, a sociedade civil, o movimento “Salvem o Cine Excelsior” e o Coletivo Sem Paredes entendem que o espaço deve ser destinado para a produção, divulgação e ou distribuição da cultura, voltando a ser um ponto de referência e recuperando seu marco histórico dentro da região, não necessariamente como cinema, mas como possibilidade cultural para a cidade.

, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Imersão da Música Fora do Eixo

Nos dias 15 a 22 de janeiro, haverá uma imersão de vários agentes, músicos e produtores do Circuito Fora do Eixo para fechar o Planejamento referente a essa linguagem no ano de 2012 na Casa Fora do Eixo SP. Serão 7 dias de intensas discussões e proposições para estabelecer as diretrizes de trabalho para o ano novo que, com certeza, irá entrar para a história pelo fortalecimento das plataformas de circulação e difusão da música no continente americano.

Todos os debates serão transmitidos ao vivo, com a presença de inúmeros convidados de todas as regiões do país que irão somar ainda mais. Uma experiência muito rica e que dessa vez será ainda mais aberta: terão 10 vagas para pessoas que não são do Fora do Eixo participar com hospedagem e alimentação na Casa Fora do Eixo, onde ocorrerão todas as atividades.

Em tempos de tantas opiniões espalhadas pela internet, quem ainda tem dúvidas pode chegar bem perto para conhecer como é feito o trabalho de articulação de uma rede que integra mais de 100 pontos e se propõe a colaborar para o desenvolvimento e dar sustentabilidade para a cultura independente no Brasil.

Para se inscrever basta mandar um email para contato@foradoeixo.org.br dizendo porque você gostaria de participar dessa vivência

, , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

15ª Mostra de Cinema de Tiradentes

“O cinema brasileiro contemporâneo caminha nos últimos anos para alguns lados diferentes e opostos. Se por um lado ampliou as vias de financiamentos ‘oficiais’ dentro e fora do país, por outro foi ‘invadido’ por filmes extra-oficiais, cujas fontes de financiamento são favores de amigos e colaborativas.
Se por um lado manteve um estímulo a uma estratégia de programação dos projetos, baseada em argumentos e roteiros adequados aos orçamentos possíveis, por outro também investiu na desroteirização, abrindo-se para a convivência entre planejamento e reação circunstancial na filmagem-gravação, com alta carga de elogios à noção de imprevisto e improviso como sinal de autenticidade.”

Do dia 20 ao dia 28 a cidade de Tiradentes se transformará no palco de encontro dos maiores nomes do audiovisual nacional e internacional. Trazendo para o público oficinas, debates e mostras, esse ano o tema central da 15a Mostra de Cinema de Tiradentes é “O ator em expansão”.

No ano em que os atores estarão no centro das atenções não apenas nas telas, mas também nas mesas de debate, a 15ª Mostra de Cinema de Tiradentes presta homenagem a um dos nomes em maior evidência nas telas do cinema brasileiro desses últimos 15 anos: Selton Mello, que comemora em 2012, 30 anos de carreira.

FILMES HOMENAGEM EM EXIBIÇÃO
– Lavoura Arcaica, direção de Luiz Fernando Carvalho (2001)
– O Cheiro do Ralo, direção de Heitor Dhalia (2006)
– A Erva do Rato, direção de Júlio Bressane (2008)
– O Palhaço, direção de Selton Mello (2011)

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

A Rede Fora do Eixo

O Fora do Eixo (FdE) nasceu enquanto um circuito cultural a partir da integração de quatro cidades que trabalhavam de maneira colaborativa na impulsão da produção, distribuição e circulação de artistas da linguagem da música, nos anos de 2005. As cidades que fizeram parte desse circuito e iniciaram as trocas de tecnologias foram Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR).

Apesar de ter iniciado na música, o Fora do Eixo cresceu e se expandiu para maior parte das linguagens artísticas que hoje compõem a realidade da cultura. Transformou-se não somente em um circuito de circulação de bandas, mas em um meio de impulsão de toda a cultura independente ao redor do país e em um movimento social que permeia e ressignifica os valores e as relações da sociedade.

Artes visuais, música, audiovisual, performances, letras, tecnologias livres: todas essas são frentes chamadas temáticas dentro do circuito que dialogam com o Banco, o Planejamento, a Universidade Livre da Cultura e o Centro Multimídia, frentes mediadoras que interagem em todos os níveis dentro da rede e criam o sustentáculo para a criação de plataformas independentes para as linguagens.

Como exemplos dos meios e ferramentas já originados a partir da interação de toda a rede Fora do Eixo estão as rotas de circulação de bandas, os festivais de artes integradas, a capacitação e formação de agentes de dentro e de fora da rede através da UniFdE e também a distribuição da produção cultural com a Distro.

Toda a tecnologia de gestão e interação da rede é aberta e livre para que todos tenham acesso e se tornem agentes da cultura, independente da vinculação a um dos mais de 100 coletivos que integram a rede Fora do Eixo.

Pode-se dizer que, de forma geral, o objetivo atual da rede é dialogar com o maior número de ações possíveis dentro e fora do país, admitindo como premissa que o posicionamento tem que ser sempre a favor da produção, distribuição, fomento e desenvolvimento da cultura.

Onde quer que venha a agir, envolvendo-se com outras redes e sempre aumentando a sua capilaridade, o FdE é uma das ferramentas que dá novo significado ao já existente e mostra que é a união, a conexão de toda sociedade, a construção colaborativa que é a resposta para o desenvolvimento de ações com real valorização da vida.

, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Casa Fora do Eixo Belo Horizonte


Depois de ocupar a capital paulista, a experiência de uma Casa Fora do Eixo chega à Belo Horizonte: um ambiente inovador que revê vários conceitos da sociedade atual; uma sede que compreende em um só espaço moradia, escritório, espaço de vivências, casa de shows e estúdio de transmissões; um espaço para todas as frentes do circuito Fora do Eixo.

Encaminhada durante o Congresso Regional de Minas Gerais, em julho, a casa nasceu em um outro contexto da sua primogênita. Primeiro instalou-se na cidade virtual, usando e abusando das redes sociais (Twitter, Facebook) para experimentar o formato de Casa antes de se instalar concretamente em um espaço físico. Durante esse período a Casa foi sendo maturada. Assim, quando física, já nasce com as tecnologias e experiências mais aprimoradas. Para isso, além de várias discussões com agentes locais, enquetes para escolha do bairro e de estrutura primordial foram feitas, visando o melhor formato possível para atender às necessidades da cidade.

Durante o IV Congresso Fora do Eixo foi fechado o grupo de moradores da nova sede do circuito. 10 agentes oriundos de 4 cidades do estado e um de Manaus em vivência dividirão uma casa na capital mineira.

A Casa Fora do Eixo Belo Horizonte será instalada na cidade em Janeiro e já estão sendo agendadas imersões e vivências, projetos da Uni FDE que valem-se do conhecimento que circula nessas zonas autonômas permanente.

Acompanhe as atualizações da Casa Fora do Eixo Belo Horizonte e a movimentação da regional Minas interagindo dentro e fora da Rede Fora do Eixo.

, , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Em 2011 eu nasci

Conheço o Carioca (na época chamado de “cabelo”), há tempos, um irmão mais velho. Sempre me identifiquei com seus pensamentos e planos, deve ser por isso que ficamos tão próximos. Deve ser por isso que estou no Fora do Eixo. Deve ser:

“ -E aí Carioca, como que tá tudo por aí em sanca?
– Tá massa demais, to muito feliz e estimulado, entrei em uma rede que chama Fora do Eixo e mudei para uma casa que tem um caixa coletivo e uma vibe muito foda, tenho que sair agora, depois a gente se fala, é nois irmãozinho ,)”

Passei o resto da madrugada pesquisando sobre a rede, passei algumas madrugadas. Cada dia mais tempo. Alguns dias depois vem o resultado da UFJF e a mudança para Juiz de Fora. Procurei o Sem Paredes e entendi de fato tudo o que tinha lido e comecei a viver.

A universidade livre, o império do empírico, a real formação. As vidas fundidas, os desejos afinados, os “comos” maiores que os “ondes”, o sangue nos olhos, a vontade de mudança. A garra, a felicidade interna bruta, o banco de estímulo, as satisfações, o “nós” eliminando o “eu”, os debates, o crescimento pessoal, o se sentir inteiro. Ser compreensível, ensinar e aprender, estar preparado e disposto, ouvir mais, entender mais, reclamar menos, comprar desgaste e realmente lutar pelo que acredita. Fazer valer. Fazer história. fazer.

Faço uma universidade, tenho um partido, tenho um banco, uma moeda, uma família.

Hoje me vejo como parte de um processo revolucionário digital, um processo que tenho muito orgulho e posso dizer que estou junto, faço parte, com mais de 2000 agentes. Pra onde queremos ir? Não sei, mas sei que esse é o caminho. Debates abertos, discussões aprofundadas, mudança, evolução e compartilhamento. Compartilhamento.

2011 mudou minha vida, o Fora do Eixo mudou minha vida. Era o que faltava. Era o que eu precisava.

Eu sou Fora do Eixo.
Gabriel Zambon.

, , , , , , , , ,

1 comentário