Glauber Sem Paredes

Ontem foi o penúltimo dia da mostra Glauber sem Paredes, no anfiteatro João Carriço. O Cineclube Bordel Sem Paredes apresentou Glauber Rocha, em muitas de suas aparições no “Programa Abertura”, na extinta rede Tupi.

As intervenções de Glauber neste programa foram significativas na relação histórica dos cineastas brasileiros com o vídeo, em uma época na qual muitos artistas assumiram uma posição adversa em face dessa nova tecnologia:

“O cinema estrangeiro, que já chega aqui pago, sobretudo os filmes americanos, esse cinema estrangeiro quer o baixo preço [das entradas], porque o que ele busca na verdade é a penetração cultural, é o domínio ideológico do mercado, do público brasileiro. (…) Porque inclusive a vanguarda da intelectualidade brasileira é colonizada.”

É interessante notar que mesmo após 30 anos de sua morte, Glauber ainda continua tão atual e polêmico.


Conversa após a exibição do Programa Abertura

E você ainda pode acompanhar um dos mais intrigantes cineastas brasileiros gratuitamente na semana que vem. No anfiteatro João Carriço/FUNALFA – 17/11/2011 ás 19:00.

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: