Arquivo de outubro \31\UTC 2011

Semana do Audiovisual do Rio de Janeiro

Semana passada, entre os dias 25 a 30 de outubro, aconteceu a Seda RJ (Semana do Audiovisual do Rio de Janeiro). Foi uma semana bem intensa, que contou com a presença de dois agentes de primeira viagem do Coletivo Sem Paredes os relatos pessoais você acompanha aqui.

As SEDAs são iniciativas do circuito Fora do Eixo e têm, em geral, o objetivo de fortalecer, divulgar e desenvolver a cena audiovisual independente das cidades ou regiões pelas quais passam. São ações que acontecem por todo o país de forma integrada, sempre contando com a presença de agentes do circuito, formando agentes locais para a colaboração.

A do Rio de Janeiro, em especial, contou com uma programação baseada bastante em mostras e com a junção ao Soltec (Festival de Tecnologias Socias e Economia Solidária). Dentre as ações da semana, estiveram presentes muitas mesas de debates, oficinas e a feira de economia solidária (Espaço Solidário do Artesão), onde a banquinha Fora do Eixo também marcou presença com seus livros, CD’s e DVD’s de artistas independentes.

Realizou-se também, nessa mesma programação, uma oficina de Audiovisual na Escola Municipal Raul Francisco Ryff, no bairro Senador Camará. Lá as crianças assistiram a exibição do curta: “O Talismã“, que também foi produzido por crianças em uma oficina na Seda de São Carlos. Elas também tiveram a oportunidade de rapidamente escolher os atores, roteiro e gravar seu vídeo, que está sendo editado.

Um dos pontos altos e fortes da Seda RJ foi o Observatório Fora do Eixo. Uma mesa redonda que foi capaz de unir os principais poderes relacionados à produção e distribuição audiovisual dentro da cidade e do estado Rio de Janeiro. Contou com a presença de diversos vereadores, agentes da Rio Filmes e do Centro Técnico de Audiovisual (CTAv), além de um deputados federais e outros setores do Estado.

A reunião abordou a distribuição financeira, a participação e o incentivo aos meios independentes na produção de longas e curtas, culminando em uma proposta de maior diálogo.

O fechamento da Seda Rio ocorreu com uma mostra no domingo pela manhã ao ar livre e, a noite, com uma entrevista ao vivo de uma das figuras presentes dentro do cenário audiovisual carioca: o cineasta, palhaço, maluco e anarquista-punk-digital Godô Quincas, assista aqui.

A cobertura completa do evento foi divulgada através do site sedario.wordpress.com, contando com um acervo de fotos e vídeos passíveis de serem acessados a qualquer momento.

Deixe um comentário

CMFI abre 4 vagas no edital de vivência

No mês de junho, o Circuito Mineiro de Festivais Independentes lançou o Edital de Vivências para agentes do quadro de comunicação participarem dos Centros Multimídias dos 12 festivais integrados ao projeto. Durante esses 4 meses, 8 festivais foram realizados, a cobertura colaborativa ganhou força dentro desses eventos e, consequentemente, fez do edital uma referência para todo o Fora do Eixo (FdE).

Foram 12 agentes de diversos locais circulando esses eventos. Cada festival recebeu no mínimo três agentes, sendo um coordenador da gestão do Centro Multimídia FdE e os outros dois escolhidos via edital. Os editais do CMFI já receberam mais de R$2.500,00 de investimentos e como resultado trouxe visibilidade para os festivais localmente e estadualmente, proporcionou uma integração interna dos coletivos FdE, estimulou agentes da rede e ainda aproximou vários novos colaboradores, que atualmente puxam a gestão da comunicação dos coletivos de suas respectivas cidades. A experiência que cada um adquiriu durante essa vivência você encontra aqui no site na aba diário.

E, para dar continuidade a esse projeto, o edital abre vaga para três festivais: Novas Tendências, de Uberaba, Goma, de Uberlândia e #VaiSuldeMinas, de Poços de Caldas. Os coletivos Megalozebu, Casa Fora do eixo Uberlândia e Corrente Cultural terão prazer em receber os escolhidos em suas respectivas sedes, para essa vivência com um novo modelo de organização cultural, na expectativa de manter uma troca de tecnologias e experiências.

O projeto CMFI oferece o pagamento das passagens e os coletivos darão hospedagem solidária e alimentação. Então, não perca essa oportunidade de conhecer o movimento, novas pessoas, visitar outra cidade e aprender as tecnologias utilizadas pela rede dentro dos processos de divulgação e cobertura de eventos via webtv, webrádio, redes sociais e redação.

Saiba mais aqui.

Deixe um comentário

Festival Nós

Nos dia 24 e 25 de outubro a UFJF abriu as portas para o cinema, e foi cenário para o Festival de cinema universitário Nós. O evento durou dois dias, no primeiro aconteceram os encontros temáticos com pautas que iam Telejornalismo ao Audiovisual e Tecnologia, o segundo dia começou com a oficina “Produções Audiovisuais Colaborativas” ministrada pelo Gian Martins, membro do Coletivo Sem Paredes. Na parte da tarde uma mesa redonda com o tema “ Quem quer ser cineasta” aqueceu o dia, levantou polêmicas e solucionou muitos mitos que rodam a profissão. A mesa foi composta por Nilson Assunção Alvarenga, Marcela Casarin, Cristiano Rodrigues e Luiz Alberto.

O festival universitário também contou com uma mostra competitiva que exibiu 16 curtas. Dentre os curtas exibidos, o “Sob o véu de lenda”, filme realizado colaborativamente pelos participante das oficinas propostas na semana do audiovisual (SEDA) de Juiz de Fora. O filme foi vencedor da categoria “Melhor Fotografia”, sendo a categoria “Melhor Filme” e “Juri popular” tendo sido vencida pelo “Cinema & Dialogos”.

Parabéns a todos que participaram da realização desse filme, esse prêmio é de todos.

Deixe um comentário

Banda Visco lançará videoclipe

Essa semana, mais precisamente nesta quinta, o Cultural bar será palco de mais uma etapa da trajetória da banda Visco, que vem sendo construída desde 2006 na cidade de Juiz de Fora: será gravado um clipe; e o Coletivo Sem Paredes estará junto para somar às atividades e potencializar ainda mais o trabalho dessa banda. A parceria para o videoclipe não é a primeira, no Festival Sem Paredes os trabalhos já haviam se encaixado, formando uma das mais importantes noites para o evento, confira.


A banda Visco, contemplada pela Lei Municipal Murilo Mendes, lançará seu primeiro disco no início do próximo ano. Um album totalmente autoral, com músicas que refletem bem a influência de Kings of Lion, Los Hermanos e Strokes. Com um som que agrada todos os públicos e movimenta o cenário indie na cidade, a Visco promete integrar o meio autoral de maneira muito expressiva.
Confira o vídeo da Musica “pra variar”.

As gravações do Clipe serão feitas na quarta e quinta-feira (26 e 27), acompanhe por aqui, facebook e twitter.

Deixe um comentário