GRITO ROCK AMÉRICA LATINA 2011

O Grito Rock é um festival que acontece na época do Carnaval em várias cidades simultaneamente, com o foco na promoção de artistas independentes. O Grito Rock surgiu em 2003, em Cuiabá (MT), com a proposta de incentivar e profssionalizar o cenário da música independente. Mas foi em 2006 que o evento ganhou força e passou a contar com bandas de todas as regiões do Brasil.Em 2007, 20 cidades brasileiras realizaram simultaneamente o festival entre os meses de janeiro e fevereiro. No ano seguinte, o número de cidades participantes saltou para 40 e passou a incluir representantes de toda a América do Sul.Hoje o Grito Rock reúne mais de 500 bandas provenientes de cidades de 25 estados brasileiros, promovendo a integração de representantes da cidade hospedeira com artistas de outras regiões do Brasil.

HistóricoFomento e profssionalização da cena independente da música foram as forças motrizes que fzeram nascer em Cuiabá a primeira edição do Grito Rock, em 2003, quando o Espaço Cubo escolheu o período de carnaval para a realização de um festival de baixo orçamento e com possibilidade de auto-gestão.A primeira edição do Grito foi pequena. Em um dia de shows, seis bandas locais evidenciaram a proposta de fomento ao som autoral em contraponto ao predominante contexto do “cover” à época. Daí pra frente, o festival foi marcado por uma crescente.Em 2004 deu-se intercâmbio em nível regional, bandas de Campo Grande foram escaladas para o set list do festival. Em 2005, o delineamento programático evidenciou-se ainda mais com a intensifcação do intercâmbio e interiorização das ações. Na programação, seis bandas por dia, somando ao todo 24, sendo 03 de Mato Grosso do Sul e 02 de municípios mato-grossenses como Sorriso e Sinop.Em 2006, a consolidação. O surgimento da Associação Brasileira de Festivais (ABRAFIN) e, em especial, do Circuito Fora do Eixo promoveu um boom no que tange a articulação de produtores, refetindo-se na excelente programação apresentada. Foram então escaladas bandas do norte, nordeste, sudeste, além de várias outras do centro-oeste do país. Foram dez estados representados por vinte e oito bandas. Além da programação, um marco histórico para o circuito se daria ali, quando a primeira reunião de produtores Fora do Eixo pontuaria as três premissas básicas de trabalho do CFE: a circulação de bandas, produtores e jornalistas, a distribuição de produtos culturais e o estímulo à produção de conteúdo através da comunicação.Em 2007 e 2008 o projeto ganha nova faceta, e é adotado como um dos projetos do Circuito Fora do Eixo. Na ocasião mais cidades entram na rede de ações e o projeto passa a ser realizado em dezenas de cidades no período do carnaval. No primeiro ano foram mais de 20 cidades integradas a rede do projeto; em 2008 o número saltou para 50.Em 2009, com uma nova confguração do CFE, agora estruturado em Pontos formalmente constituídos, o Grito Rock cresceu ainda mais, atingindo a marca de mais de 80 cidades integradas à rede.O Grito Rock 2010 foi o primeiro evento a fazer uso da ferramenta Toque no Brasil esta, um cadastro virtual de bandas interessadas em rodar pelo circuito independente do país, que é a via mais efciente de acesso ao universo de festivais e casas referenciais de cultura alternativa.

, , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: